Comprar ou arrendar?

A compra e o arrendamento têm encargos e compromissos diferentes. Em Portugal há uma cultura generalizada de que é melhor comprar do que arrendar porque ao comprar se está a amortizar o valor da casa e não a “deitar dinheiro fora”. Ora isto é apenas parcialmente verdade.

Se tiver o capital para a entrada parado no banco é preferível comprar. Regra geral, se não tiver uma alocação melhor para o seu capital, que lhe dê uma taxa de juro melhor do que a taxa que vai pagar pelo seu empréstimo, é melhor comprar.

Contudo, se tiver um perfil de investidor mais ativo e quiser cuidar do seu futuro financeiro, poderá querer analisar a possibilidade de investir e arrendar a casa em que mora. Mas essa questão respondo na pergunta seguinte.

Para já vamos centrar-nos nas contas de “cash-flow” que a maioria dos portugueses faz, as contas de algibeira de entrada e saída de dinheiro, ou gastos mensais. Nesta ótica simplificada, o que é preferível: arrendar ou comprar?

Para o efeito, construí a tabela da página seguinte que analisa os encargos com a compra e com o arrendamento, a saber:

  • Compra: juros e imposto sobre a utilização do crédito (ISUC), seguro, prestação a pagar ao banco, e os encargos iniciais – IMT & Imposto de Selo, escrituras (são necessárias 2 para a compra com crédito), o IMI a pagar anualmente e o condomínio. Não estão incluídos os custos relacionados com a manutenção da casa ao longo do seu ciclo de vida (para simplificar); •
  • Renda: na modalidade renda, os custos são apenas a renda, dado que os outros custos estão a cargo do proprietário.

Os valores apresentados para a compra e para a renda, são os valores médios para um T3 nas várias freguesias de Lisboa.

Com base nesta análise, apuramos o gap entre o valor do arrendamento e da compra. O top 3 das freguesias onde é melhor arrendar são Santo António, Avenidas Novas e Campo de Ourique. Por outro lado, o top 3 onde é preferível comprar são Marvila, Penha de França e Olivais.

Quadro comparativo dos encargos entre compra e arrendamento

O quadro da figura seguinte compara os encargos entre a compra e o arrendamento, e a última coluna apresenta o gap percentual: sinal negativo significa que é preferível arrendar do que comprar e vice-versa.

Comparação entre comprar e arrendar
Quadro comparativo entre encargos da compra e do arrendamento